6 de janeiro de 2011

Encerra-se a missão de Ary Lex


1999 – O filme “O Sexto Sentido”, sobre o fenômeno da morte, fica em segundo lugar em sucesso de bilheteria. No Brasil foi visto por mais de 4 milhões de expectadores antes de ser lançado em vídeo.

2000 – As Escolas de Aprendizes do Evangelho, da FEESP, Aliança e Setor III, completam 50 anos. A Fraternidade dos Discípulos de Jesus estima em seis mil o número de seus membros que ingressaram pela Aliança Espírita Evangélica. Pesquisas da USP e da Universidade Federal de Juiz de Fora, divulgam a veracidade das curas nas cirurgias espirituais. Divaldo Pereira Franco representa a comunidade espírita no Fórum de Líderes Religiosos do Mundo, em Nova York. Editoras espíritas ganham avenida exclusiva na 16ª Bienal do Livro em São Paulo, cujas vendas ultrapassam a 25 mil unidades. A USE promove encontro de 11 entidades espíritas para a elaboração de uma “Carta de Intenções de Acordo de União pela Difusão da Doutrina Espírita”. A revista Veja publica na edição de 26 de julho, matéria “À nossa moda”, afirmando que a doutrina espírita só deu certo no Brasil e que os fenômenos de Hydesville foram fraudados.

2001 – É realizado em São Paulo o I Encontro Espírita através da união de 25 instituições, 20 editoras e participação de 6.500 pessoas. Desencarna o médico e ativista espírita Ary Lex. Um novo atentado terrorista derruba as torres do World Trade Center matando milhares de pessoas em Nova York.